Um pouco sobre as Três Marias

As estrelas Mintaka, Alnitak e Alnilam, que compõem o asterismo* do Cinturão de Órion, mais conhecidas popularmente no Brasil como as “Três Marias”, ou como os “Três Reis Magos” em países europeus, formam juntas a parte central (o cinturão) da Constelação de Órion, o caçador. Que, por sua vez, é composta pelas estrelas Rigel, Betelgeuse, Bellatrix e Saiph, formando um quadrilátero, além das famosas Marias centrais. Devido ao seu intenso bilho e por estarem alinhadas e angularmente próximas, as estrelas que formam o Cinturão de Órion são facilmente identificadas no céu noturno e configuram um importante ponto de referência para se localizar diversas outras estrelas e constelações.

 

As Três Marias, que compõem o Cinturão de Órion.

 

Órion é uma constelação proeminente localizada no equador celeste e visível em todo o mundo. É uma das constelações mais evidentes e reconhecíveis no céu noturno. É nomeada em homenagem a Órion, um exímio caçador da mitologia grega. Suas estrelas mais brilhantes são Rigel (branco-azulada) e Betelgeuse (gigante vermelha). Pendurada no cinto de Órion, está sua espada, composta por três estrelas mais fracas. A “estrela” central da espada não é realmente uma estrela, mas a Grande Nebulosa de Órion, uma das regiões mais estudadas pelos astrônomos em todo o céu. Perto está a Nebulosa da Cabeça de Cavalo (IC 434), que é um redemoinho de poeira escura (nebulosa de absorção) na frente de uma nebulosa brilhante.

 

A Constelação de Órion, o caçador.

 

Uma das versões da mitologia grega contam que Órion, o caçador, fica junto ao rio Eridanus e é acompanhado por seus cães fiéis, Cão Maior e Cão Menor. Juntos, eles caçam vários animais celestes, incluindo Lepus, o coelho, e Taurus, o touro. Ainda segundo a mitologia, Órion estava apaixonado por Merope, uma das sete irmãs que formam as Plêiades (um aglomeado aberto de estrelas gigantes azuis), mas o sentimento não era recíproco, e Merope e suas irmãs fogem eternamente da perseguição de Órion. A vida trágica do caçador terminou quando ele pisou em Scorpious, (a contelação de Escorpião). Os deuses sentiram pena dele, então colocaram ele e seus cães no céu como constelações. Eles também colocaram todos os animais que ele caçou lá perto dele. Scorpius, no entanto, foi colocado no lado oposto do céu para que Orion nunca mais fosse machucado por ele…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *