Descoberto um mundo potencialmente habitável (exoplaneta “Próxima b”) em nossa estrela mais próxima do sistema solar (Próxima Centauri) a 4,2 anos-luz (1,3 parsecs ou 40 trilhões de km) de distância da Terra.

 

Uma equipe internacional de astrônomos da campanha “Pale Red Dot [Pálido ponto Vermelho]” (https://palereddot.org/) encontraram evidências de um mundo potencialmente habitável orbitando a estrela mais próxima da Terra, Próxima Centauri, uma anã vermelha, estrela com cerca de 15% do raio e 12% da massa do Sol, é a estrela mais próxima do sistema solar à 4,2 anos-luz(1,3 parsecs ou 40 trilhões de km) de distância da Terra (ou do sistema solar). O planeta, chamado “Próxima b”, tem uma massa mínima de 1,3 vezes a da Terra e orbita sua estrela-mãe a cada 11,2 dias, recebendo cerca de 70% da energia que a Terra recebe do Sol e o mais similar à Terra já descoberto até hoje e ainda é o mais perto de todos. Esta descoberta é um marco histórico para à Astronomia, pelos motivos científicos, filosóficos, etc.

Obs.: Quando falamos em “potencialmente habitável” significa dizer que é bastante parecido com a Terra em características de temperatura, pressão, acidez, etc, e não que exista vidas nele e sim que teria condições físicas, químicas, biológicas,etc, de abrigar vidas.

Texto: J. S. L.

Ivo Matias Campos

Geógrafo com inclinação na área de Geociências, fã cerveja, ficção científica e literatura científica, amante da astronomia e astronáutica.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.