Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

 

A SEASE (Sociedade de estudos Astronômicos de Sergipe) realizará atividades referentes a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. No dia 28/10, a partir das 18h ocorrerá duas palestras, palestra 1: “Plutão: do planeta X à missão New Horizons”, por Ivo Matias Campos. Por fim, a palestra 2: “Meteoritos: tesouros que caem do céu”, por Tayssa Barreto. No dia 29/10, a partir das 18:30h será realizada observação com telescópios.

Entrada gratuita!

Relatório do Asteroid Day – Aracaju/SE

 

RELATÓRIO DO ASTEROID DAY 

 

SOCIEDADE DE ESTUDOS ASTRONÔMICOS DE SERGIPE  

SÓCIOS PARTICIPANTES: TAYSSA BARRETO,  LILIANE MARTINS, AUGUSTO ALMEIDA, THAYNARA SANTOS, IVO CAMPOS, ISRAEL SANTOS, WAGNER ARAÚJO, EDEN SIMÕES, SÁVIO MOREIRA .   

RELATORA: THAYNARA SANTOS NASCIMENTO.  

ARACAJU/SE, 04 DE JULHO DE 2017.

 

 

O QUE É O ASTEROID DAY? 

O Dia do Asteroide, declarado pela ONU em 2016, é um dia de conscientização global que divulga e alerta a população para o perigo da queda de asteroides no planeta Terra. O último Dia do Asteroide aconteceu numa sexta-feira, 30 de Junho de 2017, que no Brasil é realizado através do apoio do GaeA – Grupo de Apoio em Eventos Astronômicos.  

Fontes: http://press.exoss.org/asteroid-day-2017-brasil-tem-o-maior-numero-de-eventos-em-todo-o-mundo/

https://www.facebook.com/gaea.astronomia

 

 

ASTEROID DAY REALIZADO PELA SEASE

Devido à greve do 30 de Junho de 2017, realizamos o evento relativo a essa data, no dia 01 de Julho de 2017, no sábado. Contamos com a presença de cerca de 30 pessoas. O evento contou com uma palestra do Prof. Augusto Cesar Silva Almeida – diretor do Planetário da CCTECA Galileu Galilei, de tema “Asteroides: do conceito à ameaça real ao planeta Terra”, que explicou a formação do nosso sistema solar; posições dos corpos celestes; os conceitos de cometas,  meteoroides, meteoros e meteoritos; as quedas de meteoritos, cometas e asteroides mais famosos que tivemos na Terra; a ameaça desses corpos ao nosso planeta; a importância do Asteroid Day para a sociedade; informou sobre os grupos que fazem trabalhos de monitoramento dos céus e de asteroides; mostrou como podemos observar um asteroide; e por fim, apresentou o trabalho que SEASE fez, ao observar e registrar o asteroide Vesta (Link do relatório dessa observação:http://sease.org.br/asteroidevesta3170-2/). Em seguida, tivemos coffee break, logo depois um debate sobre a importância de discutirmos o tema. 

 

IMPORTÂNCIA DO EVENTO PARA A SEASE  

Esse evento é de grande importância mundial, pois é algo real, que necessita de estudos e conhecimento para assegurar, até mesmo, nossa sobrevivência no planeta. E tomando consciência disso, a SEASE  participou para mostrar a população local, a necessidade de aprender mais sobre o tema, entender sobre esses corpos, e os perigos que estão fora da Terra. 

 

REGISTROS DO EVENTO 

 

 

 

AGRADECIMENTOS 

Agradecemos a todos os sócios que ajudaram na realização do evento; ao Prof. Augusto Almeida pela palestra; A CCTECA por ceder o espaço; ao GaeA – Grupo de Apoio em Eventos Astronômicos por apoiar os grupos de astronomia em seus eventos.  

Sobre a segunda edição do Luau Astronômico realizado em 10 de Setembro de 2016

 

No dia 10 de Setembro de 2016 a SEASE juntamente com a CCTECA realizou mais um Luau Astronômico. Um evento gratúito que visa aproximar cada vez mais a ciência da sociedade e reunir os amantes da Astronomia. O evento aconteceu na Casa de Ciência e Tecnologia da Cidade de Aracaju (CCTECA) – Galileu Galilei, teve início às 18h e final às 00h. Contou com sessões no Planetário da CCTECA, Apresentações com data Show de temas em Astronomia, Exposição de meteoritos e Astronáutica, observações com Telescópios e shows, todas as atividades eram simultâneas criando um circúito de aprendizado e diverção. Tivemos shows com a banda KALANGO’S; Mahuike Vasconcelos;Teresa Criscuolo e Alberto Silveira; e Fran Rocha. Foi uma noite de muita diversão e aprendizado para todos. Foram observados o planeta Jípiter, Saturno, Lua e alguns aglomerados. A galera dançou, cantou aprendeu e se divertiu. Associados da SEASE, amigos, parceiros, professores e alunos da UFS e do IFS se reuniram para tornar esse evento um sucesso. Foi uma grande Festa!

Agradecemos ao público que nos prestigiou, ao pessoal que trabalhou na organização e ao pessoal que trabalhou como monitor, o Apoio do IFS, do Grupo de Astrofísica do DFI/UFS, do curso FIQ, do SINASEFE, da FAPITEC, da PROTEGE, da banda KALANGO’S, do Mahuike Vasconcelos, da Teresa Criscuolo e Alberto Silveira e do Fran Rocha.

Por Ívina Mittaraquis

luau-astronomico luau-astronomico1 luau-astronomico2 luau-astronomico3 luau-astronomico4 luau-astronomico5 luau-astronomico6 luau-astronomico7 luau-astronomico8 luau-astronomico9 luau-astronomico10 luau-astronomico11 luau-astronomico12 luau-astronomico13 luau-astronomico14 luau-astronomico15 luau-astronomico16 luau-astronomico17 luau-astronomico18 luau-astronomico19 luau-astronomico20 luau-astronomico21 luau-astronomico22 luau-astronomico23 luau-astronomico24 luau-astronomico25 luau-astronomico26 luau-astronomico27 luau-astronomico28 luau-astronomico29 luau-astronomico30 luau-astronomico31 luau-astronomico32 luau-astronomico33 luau-astronomico34 luau-astronomico35 luau-astronomico36 luau-astronomico37 luau-astronomico38 luau-astronomico39 luau-astronomico40 luau-astronomico41 luau-astronomico42 luau-astronomico43 luau-astronomico44 luau-astronomico45 luau-astronomico46 luau-astronomico47

METEORITOS – Introdução à meteorítica e uma visão geral dos meteoritos brasileiro

 

No site (http://livrometeoritos.weebly.com/) está disponível um dos livros mais completo e atualizado sobre meteoritos brasileiro “METEORITOS – Introdução à meteorítica e uma visão geral dos meteoritos brasileiro”, escrito por Higor Martinez Oliveira, versão do livro em arquivo digital no formato PDF aqui: (METEORITOS – Introdução à meteorítica e uma visão geral dos meteoritos brasileiro – 1º_edição -_Higor_Martinez_Oliveira_- 2015.)

meteo

SOBRE O LIVRO:

Este livro foi escrito com o intuito principal de contribuir para a divulgação da meteorítica no Brasil, um assunto ainda muito desconhecido e pouco compreendido por grande parte das pessoas, apesar do crescente esforço em divulgar esta ciência, seja por meio de projetos, campanhas, eventos, e até mesmo na internet; bem como fornecer dados e informações sobre os meteoritos encontrados e catalogados no Brasil.

Meteoritos são fragmentos de diversos corpos sólidos do Sistema Solar, que vagaram por milhões / bilhões de anos pelo espaço sideral até chegarem na superfície da Terra. O estudo dos meteoritos é uma importante fonte para se obter informações sobre a origem e evolução de todo o nosso Sistema. Para se ter uma ideia, alguns meteoritos são tão antigos quanto o Sistema Solar.

Apesar de sua vasta área territorial, o Brasil possui poucos exemplares encontrados e catalogados. Até o fechamento deste livro (17/08/2015), o Brasil contava com apenas 69 meteoritos catalogados, um número extremamente pequeno, principalmente se compararmos com países de área territorial semelhante e que já catalogaram até 25 vezes mais meteoritos. Isso se deve à diversos fatores, até mesmo climáticos, mas também pela carência de informação sobre os meteoritos no país.

Porém, vale destacar que o Brasil, apesar de sua pequena coleção de meteoritos, possui exemplares que figuram entre os mais raros e importantes do mundo. Entre os destaques da coleção nacional, podemos citar: Angra dos Reis, que deu origem à classe dos meteoritos angritos e que permaneceu por muito tempo como o único do gênero; Santa Catharina, meteorito com maior teor de níquel do mundo; Ibitira, um eucrito com vesículas e o Governador Valadares, o único meteorito marciano brasileiro.

Logo, esta obra tem como intuito fornecer dados e informações, em diversos aspectos, que serão descritos no decorrer deste livro, sobre os meteoritos brasileiros, produzindo um diagnóstico geral dos meteoritos no Brasil e fazendo uma breve introdução à meteorítica, trazendo conteúdos básicos da área de uma forma simplificada.