O projeto “Astronomia: O céu para os olhos e saberes do povo sergipano” foi visitar no dia 18 de maio de 2016 o Colégio Estadual Abdias Bezerra.

 

O projeto “Astronomia: O céu para os olhos e saberes do povo sergipano” foi visitar no dia 18 de maio de 2016 o Colégio Estadual Abdias Bezerra. A equipe da SEASE foi super bem recebida pelos professores e alunos. Nos dividimos em 3 grupos fazendo diferentes atividades simultaneamente. A associada Ívina ministrou o minicurso para professores demonstrando a multidisciplinaridade da astronomia e fornecendo várias feramentas astronômicas que podem ser utilizadas para o ensino das diferentes disciplinas do ensino básico. As associadas Jhullya e Ana Carla juntamente com aluno de Física da UFS André ministraram o minicurso de manipulação de telescópios para os alunos. O colaborador e Físico Victor ministrou o minicurso de softwares astronômicos, utilizados na astronomia profissional e amadora, para alunos e professores. A Física Médica Débora foi a Fotógrafa deste evento. Tanto os professores quanto os alunos se mostraram atentos e interessados. Houve bastante interação o que tornou a nossa visita gratificante e divertida. Os planetas marte, júpiter e o nosso satélite natural a Lua fascinaram funcionários e alunos do colégio.
Obrigada a todos do Colégio Estadual Abdias Bezerra, aos associados da SEASE presentes, aos amigos que foram nos auxiliar, a FAPITEC, a CCTECA e a PROTEGE.
Fotos by Débora Siqueira

Sease_em_Riberópolis_1 Sease_em_Riberópolis_2 Sease_em_Riberópolis_3 Sease_em_Riberópolis_4 Sease_em_Riberópolis_5 Sease_em_Riberópolis_6 Sease_em_Riberópolis_8 Sease_em_Riberópolis_9 Sease_em_Riberópolis_10 Sease_em_Riberópolis_11 Sease_em_Riberópolis_12 Sease_em_Riberópolis_13 Sease_em_Riberópolis_14 Sease_em_Riberópolis_15 Sease_em_Riberópolis_16 Sease_em_Riberópolis_17 Sease_em_Riberópolis_18 Sease_em_Riberópolis_19 Sease_em_Riberópolis_20 Sease_em_Riberópolis_21 Sease_em_Riberópolis_22 Sease_em_Riberópolis_23 Sease_em_Riberópolis_24 Sease_em_Riberópolis_25 Sease_em_Riberópolis_26 Sease_em_Riberópolis_27 Sease_em_Riberópolis_28 Sease_em_Riberópolis_29 Sease_em_Riberópolis_30 Sease_em_Riberópolis_31 Sease_em_Riberópolis_32 Sease_em_Riberópolis_33 Sease_em_Riberópolis_34 Sease_em_Riberópolis_35 Sease_em_Riberópolis_36 Sease_em_Riberópolis_37 Sease_em_Riberópolis_38 Sease_em_Riberópolis_39 Sease_em_Riberópolis_40 Sease_em_Riberópolis_43 Sease_em_Riberópolis_44 Sease_em_Riberópolis_45 Sease_em_Riberópolis_46 Sease_em_Riberópolis_47 Sease_em_Riberópolis_48

MARTE EM OPOSIÇÃO-DIA 22 DE MAIO DE 2016. PESQUISA E TEXTO

 

1-DADOS SOBRE O PLANETA MARTE

  • Distância média ao Sol:227.900.000 Km
  • Distância média a Terra:77.900.000 Km
  • Temperatura Superficial: Marte é um planeta muito frio, árido e rochoso, com temperatura máxima de aproximadamente 25°C, com uma média de temperatura de -60°C, donde pode atingir durante à noite cerca de -140°C.
  • Diâmetro: 6.780 Km (Terra:12.756Km)
  • Número de luas: 2-Fobos(26,8Km) e Deimos(15Km)-ambas rochosas e irregulares (semelhante a forma de uma batata).
  • Período de Rotação: 24,63horas (37,4min mais longo que um dia terrestre portanto gira mais devagar!)
  • Período Orbital: 687 dias terrestres
  • Gravidade no equador: 0,38(Terra=1)
  • Visto aqui da Terra, o planeta Marte rotaciona diariamente 9,10 no sentido Oeste dando uma volta completa em aproximadamente cinco semanas.
  • Sua superfície é marcada por vulcões gigantescos, falhas profundas, planícies salpicadas de rochas e leitos de rios seco e calotas polares(formadas por CO2 congelado e gelo de água).
  • O vermelho característico do terreno origina-se do Óxido de Ferro (Ferrugem)nas rochas e no solo.
  • Marte possui uma atmosfera fina e rica em Dióxido de Carbono(95,3%),Nitrogênio (2,7%), Argônio(1,6%),(0,4% -Oxigênio, monóxido de Carbono e traços de outros gases) que envolve o planeta, partículas de poeira de Óxido de Ferro suspensas faz com que a atmosfera fique rosa, Dióxido de Carbono congelado e gelo de água formam  finas nuvens.

2-O QUE É UMA OPOSIÇÃO E QUAIS AS SUAS CARACTERÍSTICAS  

esquema da opocisão de marte

  • À medida que a Terra e os demais planetas se movimentam ao redor do Sol forma-se configurações entre este, a Terra e os planetas. O ângulo formado na Terra entre a direção do Sol e a direção de um planeta é chamado de Elongação. Dependendo do valor desse ângulo e da posição relativa desses três astros (Terra, Sol e um planeta) teremos algumas configurações planetárias particulares importantes denominadas de Conjunção, Oposição e Quadratura). A Oposição somente ocorre para os planetas exteriores ou superiores, ou seja, aqueles localizados após a órbita do planeta Terra, em que o planeta num mesmo plano perpendicular à órbita terrestre e visto dela, está numa direção oposta ao Sol, estando a Terra entre ele e o Sol.
  • Algumas oposições são melhores que outras pois os planetas se aproximam mais do Sol e portanto da Terra.
  • A data da OPOSIÇÃO assinala quando o planeta estará mais BRILHANTE e não necessariamente mais próximo, para aqueles localizados no planeta Terra.
  • A melhor época para observar um planeta exterior é durante uma oposição quando o planeta estará numa direção de 180° da direção do Sol e passa pelo meridiano à meia noite.
  • Neste ano a oposição do planeta Marte ocorrerá no dia 22/05/2016 e Marte estará com a magnitude de -2,1.

3-QUAL A FREQUENCIA DE OCORRÊNCIA DE UMA OPOSIÇÃO MARCIANA

  • Como Marte é um planeta exterior ou superior, ou seja localiza-se depois da órbita do planeta Terra, uma OPOSIÇÃO de Marte ocorre a cada 26 meses quando o planeta Marte se aproxima da Terra.

4-QUAL A MELHOR OPOSIÇÃO DO PLANETA MARTE NOS ÚTIMOS ANOS

  • Nos últimos anos a melhor oposição ocorreu em agosto de 2003 quando o planeta Marte esteve a 55.328.000Km (34,580,000 miles) da Terra.Vale ressaltar que esta oposição foi a melhor nos últimos 60.000 anos!

5-QUANDO OCORRERÁ A PRÓXIMA OPOSIÇÃO

  • A próxima OPOSIÇÃO do Planeta Marte ocorrerá no dia 22 de maio de 2016, às 11h17m UT(tempo Universal=8h17minBRT(Tempo em Brasília)quando o planeta estará afastado da Terra aproximadamente 75.280.000 milhões de Km.

6-QUANDO OCORRERÁ A PRÓXIMA APROXIMAÇÃO DE MARTE COM A TERRA   

  • A aproximação do Planeta Marte e a Terra acontece, na verdade no dia 30 de maio de 2016, oito dias após a OPOSIÇÃO, às 21h34mUT(19h34min BRT) quando Marte estará distante cerca de 75.280.000 milhões de quilômetros da Terra.
  • A data da máxima APROXIMAÇÃO assinala quando o DIÂMETRO DO PLANETA Marte estará maior para nós aqui na Terra, o qual estará com um diâmetro aparente de 18,6” (segundos de arco).

7- QUAL EQUIPAMENTO USAR E O QUE É POSSÍVEL ESTUDAR DURANTE UMA OPOSIÇÃO DE MARTE ?

marte_informações

marte

  • Uma boa visão do planeta Marte dependerá também das condições do tempo e da abertura (diâmetro do espelho, no caso de um telescópio refletor) ou o diâmetro da lente objetiva de um refrator, no caso uma luneta).
  • Veja a seguir os conselhos do colega (Fred Funari – REA)com relação a qual o equipamento usar e o que pode ser observado: “para observadores iniciantes, o ideal é recorrer primeiramente a bibliografia, para se informar sobre as características do planeta, como rotação, translação etc. dados sobre suas posições podem ser visualizados no “Anuário Astronômico Catarinense” do nosso colega Alexandre Amorim para 2016, onde constam as efemérides, posição do meridiano central etc.
    Como a maioria dos observadores, possui um instrumento, o que pode ser observado depende da abertura do mesmo.
    Refratores (lunetas) de 50 ou 60 mm – com 100 x de aumento – observar as calotas polares , que se apresenta como um ponto branco, e algumas manchas no planeta.

    Refratores de 75 mm ou refletores de 100 a 150 mm , melhor visualização das calotas e possível identificação de regiões escuras como Syrtis Major, Acidalium Maré etc.
    Com instrumentos maiores (refletores acima de 200mm de abertura) é possível observar maiores detalhes coloridos nas manchas .
    O desenho do planeta pode ser realizado em um “gabarito” circulo sobre uma folha de papel com cerca de 5 centímetros de diâmetro, deverá ser feito a lápis preto.
    Na observação deve constar: 
    – Data; 
    – hora (TU);
    – qualidade de imagem : ótima, muito boa, boa, regular ou má;
    – instrumento refrator ou refletor; 
    – diâmetro da objetiva ou espelho e aumento;
    – Alem disso, longitude do meridiano central (vide Anuário), e se foram ou não usados filtros na observação.
    Os filtros são bastante úteis para destacar manchas escuras (filtros laranja e vermelho), nuvens amarelas (filtros amarelos) e nuvens “azuis” (filtros anil – Wratten 47 da Kodak).
    Quando se observa Marte com os filtros amarelo e anil – o planeta fica todo amarelado ou azulado e as nuvens aparecem de cor BRANCA.
    A intensidade das manchas escuras também pode ser avaliada em uma escala de fotometria visual (Vaucouleurs) : essa escala vai de 0 (zero), para o brilho da calota polar a 10 (dez), fundo do céu nas vizinhanças do planeta. Contudo esta para essa avaliação é necessário uma certa prática que se aperfeiçoa com o tempo!
    Uma observação que pode ser acompanhada facilmente são as dimensões das calotas polares, que varia com o decorrer do tampo.
    Porem Marte é um objeto difícil de ser observado, e no início é até um pouco decepcionante para um observador iniciante, mas é importante persistência!”

 

8-EM QUE CONSTELAÇÃO ESTARÁ O PLANETA MARTE DURANTE A OPOSIÇÃO ATUAL?

  • Marte está atualmente na constelação de Escorpião e seguirá ao longo mês de junho para a constelação de Libra.

9-QUAL O BRILHO DO PLANETA MARTE DURANTE ESTA OPOSIÇÃO

  • Este ano o planeta Marte estará na OPOSIÇÃO com a magnitude de(-2.1) e próximo a estrela supergigante Antares(Alfa do Escorpião), de primeira magnitude. Uma curiosidade é que o nome Antares significa “Rival de Marte”.    

10-QUAL O MELHOR HORÁRIO PARA OBSERVAR O PLANETA MARTE

  • O Planeta surgirrá no horizonte Leste, em Aracaju, no dia 22 à partir das 17h15min e estará visível durante toda a noite, pois o planeta está em oposição, e irá se por no horizonte Oeste às 5h20min, segundo simulações efetuadas com o programa Stellarium.

FONTES DE PESQUISA:

  • Bakich, Michael E.Revista Astronomy(Edição Americana)-Observe Mars at its best:Kalmbach Publishing Co, May 2016.p-58-59.
  • Riess,Martin et all-O Sistema Solar-Coleção Enciclopédia Ilustrada do Universo-Vol.II-São Paulo:Duetto Editorial,2008-pag.166-167.
  • Ian,Ridpath-Guia Ilustrado Zahar-ASTRONOMIA–Rio de Janeiro:Jorge Zahar Ed.,2007.p-102-105.
  • FARIA, Romildo P.(org)-Fundamentos de Astronomia-2ªEdição-Campinas: Papirus, 1985.p-85-86.
  • Mourão , ronaldo Rogério de Freitas . Atlas Celeste. 9ªEdição-Petrópolis , Editora Vozes ,1997,p-115-116.
  • Funari, Fred-REA-texto retirado do GaeA-Campanha de observação do planeta Marte -acessado em 19/05/16.
  • Soares, Avani.Parsec Observatory –imagem de Marte no tópico 7.
  • Programa Stellarium-simulação efetuada em 19/05/2016.

 

 

Prof. Augusto Cesar Silva Almeida

(Astrônomo amador e Coordenador da CCTECA Galileu Galilei)

MARTE EM OPOSIÇÃO-DIA 22 DE MAIO DE 2016.

PESQUISA E TEXTO

 

CCCTECA GALILEU GALILEI

CASA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DA CIDADE DE ARACAJU

TEL. E WHATS UP (79)999275303-E-MAIL: cesaraju@bol.com.br

 

SOBRE AS OBSERVAÇÕES DOS DIAS 13 E 14 DE MAIO DE 2016

 

A Sociedade de Estudos Astronômicos de Sergipe (SEASE), juntamente com a Casa de Ciência e Tecnologia da Cidade de Aracaju (CCTECA – Galileu Galilei) e apoiada da Fundação de Apoio à Pesquisas e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (FAPITEC/SE), realizaram  observações com telescópios abertas ao público na área externa da CCTECA nesta Sexta (13) e Sábado (14) de Maio.

Nas observações foram usados – o telescópio Catadióptrico (Maksutov) de 90mm, um Refletor (Dobsoniano) de 180mm e um Refletor (Dobsoniano)  de 254mm, com o suporte de diversas oculares (10mm, 15mm, 20mm e 25mm). Tendo suporte de um computador e projetor na apresentação do software Stellarium, onde foram feitas explicações sobre cosmologia, astrofísica e reconhecimento do céu.

Na observação o público tiveram a oportunidade de visualizar 3 planetas: Júpiter, Marte e Saturno. Além da Lua em fase crescente e estrelas. Essas observações são rotineiras oferecidas pela SEASE (são em média 4 observações abertas ao público por mês, sempre em períodos de Lua Crescente e Cheia), cujo objetivo é atender ao público e passar de modo geral um pouco de conhecimento e informação sobre Astronomia na qual é uma ciência pouco divulgada.

Nós que fazemos a SEASE somos gratos à todo o público que participou e ter nos proporcionado muitas emoções, contamos com a presença de vocês em outras oportunidades. Quarta-Feira, 18, estaremos realizando atividades na cidade de Riberópolis, no Colégio Estadual Abdias Bezerra. Até Logo!

Créditos de imagens: Liliane Martins e Ívina Mittaraquis.

Texto: Thaynara Santos e Jaelsson Lima.

1 1 1 11 1 2 3 4 5 6 7 8 9 índice1 índice12